Ai das grávidas

Um envolvimento totalmente estreitado, relacionamento verdadeiro com aquele que quis que fossemos, tudo deve ser feito com maior prazer, por ter o discernimento do reconhecer. Nada pode estar à frente dessa nossa relação íntima com o Senhor, porque se não nunca a semente será inseminada, e só vamos ficar ouvindo e tendo prazer no entendimento, mas a semente nunca é inseminada, justamente pelo preservativo, que é a carne, estar à frente. Logicamente que toda consciência tem o seu período fértil para que ela se prepare para receber essa semente, e ocorra naturalmente essa gestação, mas como está essa consciência? Este é o grande lance dentro do propósito de Deus, pois como gerar o filho da vida se o que a consciência planta e se relaciona é com o engano? Como vingar algo que a própria consciência não preparou a sua terra? Não tem como isso ocorrer, e digo mais não tem como colocar as mãos, pois se trata de algo inviolável, é somente a consciência e Deus, e se ela não ter ciência de tudo isso que ela está dentro, acaba enganando a si mesma achando que está gerando o filho da vida, mas na verdade está com gravidez psicológica, como acontece até na carne com muitas mulheres. O grande lance é que o propósito da vida se trata de leis e princípio, se a consciência procurar se enquadrar dentro dele, e fazer o processo corretamente como pede a lei, ela irá se preparar, purificar essa consciência, tirará tudo da carne que não for do agrado do Espírito, e assim ele a desejará com toda certeza, e assim será inseminada essa santa semente que é evolutiva não retrograda, e com o tempo nasce, o que não pode é se pegar como está escrito em Mateus: ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dia. Por isso todos os dias é enfatizado para que cada consciência estreite de verdade essa relação com o senhor, o respeitando, o dignificando em todos os atos, e não deixando que nada desse mundo venha atrapalhar essa relação íntima, porque de fato estamos sendo adornados por ele, para que a consciência esteja perfeita e agradável ao Senhor, assim ele habitará e terá muito prazer na sua amada consciência eternamente. O outro lado é trágico, o vazio eterno, nisso ninguém quer pensar, mas vamos começar a rever hoje como que procedemos dentro dessa verdade para ver o que estamos gerando em nossas consciências!

Por Ítalo Reis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + doze =