Eu resolvi contar a verdade

O processo é individual, e eu não posso fazer por ninguém, mas cada um tem que fazer por si mesmo, o máximo que posso fazer é falar do propósito de Deus até a consciência chegar ao conhecimento, dali para frente é com ela, se ela não quiser, ou misturar as coisas não tem o que fazer. Já foi dito: não se remenda vestido velho com pano de vestido novo, pois ficará maior a rotura. Eu vejo que as consciências querem levar as duas vidas ao mesmo tempo, a vida da carne e a vida do Espírito, não tem como, pois se trata de uma metamorfose interna dentro da consciência, não tem como a lagarta viver por ela e pela borboleta ao mesmo tempo, pois se trata de uma metamorfose, morre-se um para que o outro nasça. Quem já viu uma lagarta voar ou uma borboleta se rastejar pelo chão? Embora um procedeu do outro, um não tem nada a ver com o outro, são seres diferentes. Assim é a carne com o espírito, foi preciso primeiro passar pela fase carnal, por causa da consciência que ela produz, mas uma vez produziu a consciência, essa consciência deve se inteirar do espírito e andar por ele e não mais pela carne. Trata-se de uma troca literal de ser e um ser não tem absolutamente nada a ver com o outro.

Trata-se de um propósito e já estamos dentro dele, não tem escolha, ou a tua consciência se faz uma com o espírito para continuar com a vida, ou simplesmente cairá no vazio eterno sem volta. Não é uma questão de a tua consciência querer ou não, mas já estamos dentro disso, é entender e praticar, ou cair no vazio eterno e se lamentar. Não tem alternativas, não tem saída, trata-se de um propósito e já estamos dentro dele. Todos sabem que esta vida carnal é efêmera e a consciência não vai muito longe com a carne, a única alternativa de vida eterna da consciência é pelo Espírito, fora dele, vazio eterno. Nenhuma consciência volta a carne, e nem terá a vida eterna nela, mas a vida é do espírito e fora dele vazio eterno. Quantas vezes é preciso falar para que a sua consciência entenda? Me fale outra forma de vida eterna fora do espírito? Você acredita mesmo que vai voltar a carne e viver por ela eternamente? Se nós vamos viver eternamente pela carne, porque então temos que morrer para voltar a ela, qual a lógica disso? Não seria uma total incoerência do Criador Deus?

É nítido ver que estamos dentro de um propósito em que há três fases, a de espermatozoide, a de ser humano e a espiritual, trata-se de uma sequência lógica, coerente, racional, neste caminho não existe volta, ninguém que chegou a fase humana volta a fase de espermatozoide, e ninguém que chegou a fase espiritual volta a fase humana, mas a sequência natural é espermatozoide, ser humano e ser espiritual, tudo dentro de uma sequência perfeita, tudo regido por leis e princípio, e fora das leis não há esta sequência lógica. Por isso as consciências partem para o absurdo, dizendo que outro já morreu no seu lugar, que você vai morrer e voltar, e descambam para os absurdos. Andam se rastejando até o último dia da carne e não se transformam como as borboletas. Na verdade, as consciências nem sabem desta metamorfose existencial dentro delas, vivem todas pela carne como se fosse a única alternativa de vida, e desconhecem a vida espiritual, nunca vão nascer no espírito se não o inseminar dentro delas e gestá-lo. Desconhecem o propósito da vida, não buscam conhecê-lo e muito menos praticá-lo, tudo que as consciências querem está neste mundo e na carne, não almejam nada no reino de Deus, não tem e nem querem ter nada com o espírito, algumas até que falam dele, mas o viver é pela carne, e eu fico sempre, como digo, falando com as paredes, sou mais uma voz daquela que clama no deserto.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − dezesseis =