Derrubar o império carnal

A prepotência te derruba, te isola e te joga ao chão, você não enxerga um palmo a sua frente, por se achar superior a outrem. Como falar a verdade sem que ela machuque? Por si só a verdade dissipa todos os enganos, elimina qualquer absurdo, quem recebe-la e não estiver preparado, corre o risco de misturar tudo. Por isso se fala muito de entendimento, para que tenhamos compreensão, senão, a consciência cria alusão e perde o sentido da razão, por falta exatamente de ponderar e em todos os pontos vir a raciocinar. Estamos todos no mesmo patamar, igualados diante do propósito de Deus, o que diferencia uma consciência da outra é a busca, o sentimento, pois nenhuma consciência é exatamente igual a outra, e cada uma dá valor nas coisas naquilo que ela busca para si e quer, então faz as coisas por prazer, por necessidade e sentimento. Se fala muito de derrubar o império carnal de dentro da consciência, mas como derrubar se só se levantam pela carne para defendê-la de unhas e dentes? Como jogar com as palavras? Eu não sei. Como mostrar? Só piora se a própria consciência não parar para enxergar por si mesma, não tem como colocar as mãos para que veja o ponto exato da coisa. Realmente enquanto o primeiro império, a carne, estiver de pé na consciência, o espírito nunca se estabelecerá nela, e isso é lei, por isso o nosso empenho e preparação, é a correção diante de Deus, e não diante de Homem algum. Estamos sendo preparados para que mesmo? Então se não abaixarmos os olhos diante de Deus e derrubar toda soberba, todo ar de superioridade, ou qualquer outro sentimento, estaremos fora da vida eterna. Eu estou dentro disso, não estou excluso, e dentro desse contexto me coloco totalmente dentro, e guardo a mim mesmo estas palavras, pois do que adianta falarmos com grande sabedoria, e nos atos, nas provas, sempre colocamos tudo a perder, como Salomão que teve toda sabedoria e a jogou fora por causa de mulheres, e foi levantar imagens contra Deus. Que cada um reveja mesmo, repense, será que meus pés realmente estão andando no caminho? Será que estou vendo o lado de Deus, ou o meu sempre? Analise, mas com veracidade em seu leito.

Por Ítalo Reis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 18 =