Da mesma maneira

Todos os dias eu falo a mesma coisa, mesmo porque é a mesma coisa. Nós estamos dentro de um propósito sábio e este propósito não é o que cada um acha, mas sim o do Criador-Deus. A consciência, que a criação humana produz, que é do interesse do Criador-Deus, é nela que ocorre todo o processo de metamorfose existencial. Como todos já sabem, na carne, somos criações descartáveis e com ela, todos já sabem também, que a consciência não vai muito longe, temos dentro de cada um de nós a porção do espírito de Deus pela vida e é neste ponto que entra a necessidade da metamorfose existencial. A consciência deve trocar de existência, ela deve se desligar da carne que a produziu e se ligar no espírito de Deus pela vida eterna dela, pois se ela permanecer ligada à carne, simplesmente cairá no vazio eterno quando a carne morrer, mas se ela se desligar da carne e se ligar no espírito de Deus dentro dela, quando o espírito voltar ao céu, a consciência vai junto e lá no reino de Deus, ela terá a vida eterna dela pelo espírito. Trata-se de um novo nascimento, não mais pela carne, mas sim pelo espírito, não mais neste mundo, mas sim no plano do céu, como Paulo disse: se o nosso nascimento para aquilo que é provisório, que foi na carne, já foi glorioso, de quanto maior glória será o nosso nascimento para aquilo que é eterno, que é no espírito?

Eu sempre disse que o propósito de Deus tem três fases, a fase de espermatozoide, a fase humana e a fase espiritual e não se passa de fase com as mãos, mas tudo é regido por leis e princípio. Dentro do propósito de Deus temos três fases, duas inseminações, uma na carne e outra no espírito, temos também duas gestações e dois nascimentos, um neste mundo pela carne e outro no céu pelo espírito. Tudo regido, como dito, por leis e princípio, o primeiro pela coabitação entre o homem e a mulher e o segundo também pela coabitação, entre Deus e a consciência. Os órgãos genitais do homem e da mulher todos conhecem, mas o órgão genital de Deus é a palavra e o órgão genital da consciência é o raciocínio lógico, e através da coabitação entre estes dois órgãos, tem o gozo do entendimento e é através desse gozo (prazer) que é inseminado o espírito de Deus dentro da consciência, daí em diante é só cuidar da gestação espiritual que o nosso nascimento no céu será tão certo quanto um dia nascemos neste mundo pela carne.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário