Histórias e histórias (Jó)

Não se tem notícia de que este personagem bíblico existiu de fato, mas possivelmente foi uma narrativa criada por Moisés para retratar o erro do ser humano. O significado do nome Jó é “o perseguido”, pois o tempo todo Jó julgava ser perseguido por Deus. Jó era um homem muito rico, tinha muitas terras, gados, empregados e dez filhos, e ele oferecia a Deus todos os dias oferendas para expiar possíveis pecados que ele ou os seus filhos poderiam cometer contra Deus, e Jó oferecia por ele e por todos os seus filhos, isto é, Jó era temente a Deus por ser rico neste mundo, mas na narrativa se diz que Deus contendeu com o diabo pela justiça de Jó, mas o diabo disse a Deus: tire tudo que ele tem, para ver se ele não te blasfema?

Isso acontece até nos dias de hoje, enquanto uma pessoa está bem na carne, Deus é tudo para ela, mas é só a carne perecer, que a consciência já começa a rever os seus conceitos com relação a Deus, e já se pergunta: por que Deus está fazendo isso comigo? E com Jó não foi diferente, foi só Deus tocar na carne dele, que ele sentiu e praguejou o dia do seu nascimento. Tanto que Elifaz, um dos amigos de Jó, quando foi visita-lo, disse: onde está aquele teu Deus que quando você tinha tudo que queria, jamais deixaria perecer um justo? Você que dizia aos cansados que Deus fazia proezas, agora que o mal vem contra ti, Ele deixa de existir? Com certeza você errou contra Deus, não sabemos onde, mas errou; e Jó se justificava dizendo: eu nunca errei contra Deus, mas Deus tomando ocasião, me prejudicou sem motivo. Jó até dizia: eu queria me encontrar com Deus para saber o porquê Ele fez isso comigo, eu tinha tudo que queria na carne e Deus me tirou sem motivo.

Isso acontece com todos os religiosos, que buscam a Deus só pelo bem-bom da carne, mas ninguém busca a Deus para saber o propósito Dele, quando estão cheios de dinheiro, julgam que Deus está ao seu lado, mas é só acabar o dinheiro, que Deus some, e é isso que esses pastores do diabo pregam. Mas depois de muito tempo que Jó e os seus três amigos não tinham mais o que falar, aparece do nada a figura de Eliú, um personagem que desceu do céu e mostrou onde estava o erro de Jó, dizendo: há um espírito no Homem, e a inspiração do Todo Poderoso é o que os faz entendidos. É aí que estava o erro de Jó, a consciência dele era temente a Deus, mas estava ligada a carne, o que é contrário a lei de Deus, pois Deus quer que as nossas consciências andem pelo espírito e não pela carne, e a consciência de Jó era carnal, como a de todos os religiosos. Entendeu agora onde a tua consciência erra contra Deus?

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + dezessete =