Ira

Irai-vos e não pequeis, não se ponha o sol sobre a vossa ira. Deixa a ira, e abandona o furor, não te enfades, pois isso só leva a prática do mal.

O termo “IRA” denota um sentimento de inconformidade, indignação por alguma injustiça, todo aquele que se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo. Sentimento intenso de raiva ou indignação resultante de alguma ofensa ou injúria. Manifestação violenta de irritação extrema, desinteresse, irritação, contrariedade, repugnância, aversão contra algum ato aborrecível. Eu não estou sabendo como entrar no assunto, mas a hermenêutica das palavras é uma coisa, mas o sentimento do que se diz é outra coisa. A palavra pode ser de entendimento ou de sentimento, nós podemos discutir um assunto pelo entendimento ou discutir pelo sentimento. A discussão pelo entendimento é fria, mas a discussão pelo sentimento é acalorada, e são nessas discussões acaloradas que surge a ira, o ódio entre as pessoas.

Não há entendimento, mas só sentimento, os sentimentos podem servir de emoções, ou de ódio, agora o entendimento sempre nos serve da compreensão. É terrível quando você está falando de entendimento e a outra pessoa está falando por emoções. O entendimento não bate com a emoção porque o entendimento é frio, e o sentimento é quente. Jamais há compreensão quando há o sentimento da ira, é melhor se calar, senão é o mesmo que colocar lenha na fogueira. Tem um ponto que a consciência fica completamente cega, surda e incompreensível, você tem que deixar ela desabafar até esvaziar a alma, pois se ela não esvaziar a alma, acumula a ira, e ela pode até cometer um crime. A consciência não tem controle sobre os atos dela, fica vulnerável as emoções do momento, joga tudo para o alto, até mesmo a vida eterna dela, não se importa em cair no vazio eterno. A ira é um negócio muito sério no caminho da vida, pois é um sentimento repentino, mas que pode pôr tudo a perder em segundos. A ira não vai deixar a tua consciência herdar o reino de Deus, pois como uma consciência pode herdar o reino de Deus irada?

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =

Categorias

Postagens Rescentes