O Homem que convenceu a Deus

Pode porventura um ser humano convencer a Deus? Paulo disse: ora, o Homem natural não compreende o espírito de Deus, mas o que é espiritual compreende bem todas as coisas e ele de ninguém é discernido, pois quem conheceu a mente do Senhor para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo, isto é, a mente do Senhor.

Deus atrasou o sol em dez graus porque Isaías pediu, Deus deixou de exterminar o povo no deserto porque Moisés intercedeu pelo povo, Deus deixou de mandar a chuva por três anos e seis meses porque Elias pediu, depois mandou chuva imediato quando Elias pediu. Deus não deixou o sol se pôr enquanto Josué não ganhou a guerra, Deus colocou os Midianitas nas mãos de Gideão porque era um jovem temente a Deus, Deus me confiou o seu propósito porque viu em mim um coração puro, sem nenhuma má-intenção, senão pelo seu propósito, e hoje vejo as consciências cheias de más intenções com Deus, querer ser o que não são, querer se igualar aos santos de Deus. Foi dito que Deus não habita num coração sujo, cheio de más intenções. Dizer que Deus ouviu as suas orações com o coração sujo é mentira, Deus não está ligado a carne e tudo que vem da carne, não é de Deus.

Prosperidade carnal não é de Deus, não digo a riqueza, mas o coração ligado a ela. Por isso meu irmão Jesus disse: quão difícil é um rico entrar no reino de Deus. Quando buscardes a Deus, não busque visando nada da carne, que na lei diz que isso vos será acrescentado, mas busque a Deus por seu propósito, para saber onde você se enquadra dentro da razão da vida. Deus trabalha em tudo em conjunto com o ser humano, mas trabalha dentro das suas leis e princípios. Prosperidade carnal não está dentro de nenhuma lei de Deus, mas sim, dentro das loucuras das consciências, pois para onde o Homem vai levar a sua riqueza depois da morte? Portanto, Deus ouve a oração de um justo quando sua mente é voltada para o seu propósito, e a minha mente é voltada ao propósito de Deus e tudo que peço a Deus, viso o propósito Dele. Eu não tenho a minha visão na vida que levo neste mundo, mas na razão dela.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − dezesseis =