Vinhedo

Terra sem fim, plantações que devem brotar em breve, basta chegar a chuva para que as regue. A consciência é o fruto que o Senhor espera, será que nesta terra o espírito conscientizado irá brotar para que o Senhor possa se alimentar? É tudo questão de escolhas, e esta parte já não está mais nas mãos do céu, por isso Ele espera que dê bons frutos, mas sua esperança está se findando. Já até foi dito: Ele esperava que desse uvas boas, mas veio a produzir uvas bravas. Deus esperava que as consciências reconhecessem o vindo de Deus (espírito) e andassem por ele, no entanto, todas as consciências andam pela carne que é morta. Parece até que ninguém avisou a consciência que a vida tem uma continuidade, e não avisou mesmo, mas o curso natural da vida seria a consciência segui-la, pois quanto vale uma consciência sem vida? E a própria consciência sabe que a carne vai morrer e que a vida está no Espírito, e qual a atitude que as consciências deveriam tomar? A sabedoria nos mostra que seria buscar a vida com toda gana, pois ela é o bem mais precioso que temos.

O vindo de Deus espera ansiosamente pela redenção de cada consciência e aguarda atenciosamente por um coração arrependido, ele é o mesmo Senhor que nos acena pela vida e nos aguarda até o último suspiro para que vejamos a sua glória. A consciência que anda junto com o espírito só colhe frutos bons, como a uva, que bem cuidada a plantação, vem uma boa colheita, vem seu fruto com doçura, como o amor de Deus sobre nossas consciências, tudo se tornará doce e suave. A consciência seria um fruto vistoso que seria para a delícia do Criador, o que não se entendeu é porque as pragas e ervas daninhas se apoderaram, agora é um trabalho, limpa-la de tudo, aguá-la com a palavra da verdade para ver se dá frutos bons para o bem do Senhor. A própria consciência tem que ter consciência de que é necessário trabalhar em si para que permaneça com a vida, precisa de trabalho duro para limpar todo o mal que existe nela, deixa-la cristalina para o proveito do Senhor, este é o trabalho de cada um de nós, nos abster da carne para não espalhar a contaminação causada por ela na consciência.

Tudo de Deus é santo e seus feitos são todos para o bem, mesmo que pareça ser ruim, depende de como a consciência enxerga, pois se trata de derrubar o templo carnal e levantar o templo espiritual, mas para que isso ocorra tem que haver uma determinação muito forte por parte da consciência, pois assim como os pisadores das uvas usam o “pisa a pé” com o intuito de tirar todo o suco delas, a consciência também deve passar por um processo de extração do mal enraizado para que dela fique somente a alma, a essência, o que é proveitoso para o bem de Deus e o crescimento de Seu corpo. E que este vinhedo venha a prosperar, e dar lindos frutos, e que possa agradar ao paladar do seu único e soberano viticultor.

 

Por todos os irmãos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 20 =