Comiseração

Sentimento de compreensão pelas condições que o próximo se encontra, como as condições daqueles que matavam Jesus, e que Jesus disse: Pai, perdoa estes porque eles não sabem o que estão fazendo. Desta mesma forma a humanidade vai contra Deus porque não sabe o que está fazendo, não digo estes líderes religiosos que são escroques do diabo que usam da ingenuidade do povo para tirar-lhes dinheiro, estes, o fogo dos infernos, como disse Pedro, já está reservado para eles, mas o povo é ingênuo e se eles conseguissem sair das mãos destes escroques do diabo e chegassem a verdade de Deus para praticá-la, seriam salvos. É um trabalho praticamente impossível, como tirar um drogado das drogas, mas se a pessoa reagir e quiser sair das drogas e buscar o entendimento de Deus por ela mesma, com certeza sairia do engano, e é para isso que estamos aqui para ajudá-las no raciocínio. Foi para isto que Deus enviou seus santos profetas e apóstolos, para abrir os olhos do entendimento das consciências para que elas mesmas possam enxergar a verdade de Deus.

O propósito de Deus já está montado dentro de cada um de nós, ele é interno dentro de cada consciência, não precisa sair do lugar, não precisa pagar nada, Deus não visa a nossa carne, mas sim as nossas consciências, este é o fruto proibido que todos comeram pela carne e que não deveriam ter comido, pois ele pertence a Deus. Deus já nos assentou a porção do seu espírito, e pela lei de Deus, as nossas consciências devem andar por este espírito e não pela carne como todas andam. Basta a consciência entender e fazer a troca das existências dentro dela, a carne pelo espírito que já estaria salva da morte da carne e teria a vida eterna dela lá no plano do céu pelo espírito. Deus entende as condições das consciências, se elas entendessem o propósito da vida, muitas o realizaria pela vida eterna delas, o problema é como colocar este entendimento dentro delas, uma vez que elas não raciocinam neste sentido. As consciências são tão ligadas a carne, que elas pensam que são a carne, elas não se destacam da carne como o fruto da carne, assim como a laranja que se destaca da laranjeira como um fruto. A laranja não é a laranjeira, mas sim o fruto da laranjeira, assim também, a consciência não é a carne, mas sim o fruto da carne. A carne trata-se de uma criação descartável e todos sabem disso, uma hora a carne morre e o que será da consciência que ela produziu? Simples, se ela se desligar da carne e se ligar no espírito de Deus, voltará com ele a Deus, e lá no plano do céu terá a vida eterna dele, mas se permanecer ligada à carne até a morte, o espírito voltará a Deus, a carne voltará ao pó e a consciência cairá no vazio eterno sem volta, essa é a matemática mais simples que pode existir. Então Deus compreende as condições das consciências humanas, e Ele se compadece delas até o último minuto de vida, mas uma vez o espírito voltou a Deus, não tem mais o que fazer, e a consciência cairá no vazio eterno. É bom que fique bem claro, o propósito é de Deus, o beneficiário é Deus e não existe outra pessoa que mais quer que este propósito dê certo do que o próprio Deus. Tudo que as nossas consciências devem fazer é se entregar verdadeiramente ao espírito de Deus que já está em nós pela vida, o resto é com ele.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =

Categorias

Postagens Rescentes