Expressar meu sentimento

Seu choro é meu choro, sua alegria é minha alegria, seu prazer é meu prazer, sua tristeza também é minha, o seu fardo eu carrego em minhas costas, e nada vai mudar isto na nossa relação e amor. Isto tem que ser sentido de verdade, o doar-se aos irmãos, amar verdadeiramente por atos simples e singelos, jamais suspeitar mal de algum irmão. Amar é dizer a verdade que a alma necessita de ouvir, amar é se colocar a ouvir o teu irmão, compreende-lo em tudo, e corrigir se for preciso pela verdade que há em nosso coração.

Amar é uma palavra tão simples, mas quem a tem no coração? Pratica-la com todos e não ver aparência, muito menos fazer acepção. Eu não sei se soube expressar o sentimento que passa aqui dentro, mas quero relatar que o amor eu carrego aqui no meu peito, eu queria poder transmitir nos meus olhos, ou em um abraço que acalenta, queria muitas coisas, ver se chama atenção para verdade que carrego aqui dentro, queria revelar a todos com a mesma emoção. É tão salutar esse sentimento de unir forças para prosseguir, de se igualar ao seu semelhante, de dar seu lugar a todos, e não se importar de ser o último. Retratar a vida como realmente ela é, falar do propósito e da sua sequência, pregar a liberdade aos cativos, com mansidão e sabedoria, saber jogar com as palavras certas, para ver se cura algum coração, pois todos estão amargurados, entristecidos, precisam de uma dose de entendimento e compreensão.

Ah! Como eu queria tocar a todos com esse verdadeiro amor, dizer quão bom é realizar a vontade de Deus, e se sentir útil como criação. Não tem como dimensionar o que o amor faz com a gente, ele quebra barreiras, dissipa correntes, e faz sermos simples como as pombas, em tudo, e prudentes como as serpentes.

 

Por Ítalo Reis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 4 =

Categorias

Postagens Rescentes