Prato feito

Comida diária, arroz com feijão, pão do céu que sustenta a alma, palavras benditas que satisfazem o coração, espírito de Deus que preenche a consciência. São todos os dias no café da manhã, na hora do almoço e no jantar, o básico, o primordial e o essencial.

Eu sempre disse que somos robustos no espírito e ainda temos as doces poesias e os sucos das músicas e não é só o prato feito, mas tem os dias das feijoadas e se passar mal temos os remédios amargos. Passar as mãos não passamos, mas também não deixamos faltar comida. A comida é simples, mas tem todos os dias e é uma comida que tem sustância, sustenta de verdade. A consciência que come desta comida nunca terá fome e quem beber da minha água nunca terá sede, é a comida que o meu irmão Jesus deu para cinco mil pessoas, o pão do céu, que é o espírito, que dá vida ao mundo, e o peixe, que é o alimento que se tira da água, que é a palavra e todos comeram, se saciaram e ainda sobraram doze cestos cheios.

Hoje alimentamos com este mesmo pão e com este mesmo peixe quantas consciências quiserem, a mesa do nosso Pai-Deus é farta todos os dias, só eu já sirvo este alimento do céu há mais de quarenta anos todos os dias de manhã e à noite, sentamos a mesa do Pai e comemos deste mesmo alimento e quantos que quiserem pode vir, tem arroz com feijão todos os dias que alimentam as nossas almas. Hoje vemos como as almas estão famintas de comer os alimentos do céu, forram o estômago com mentiras do diabo que compram nas igrejas, mas as mentiras não têm sustância, não alimentam a consciência, mas só enganam o estômago da alma.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × cinco =

Categorias

Postagens Rescentes