Histórias e histórias (Demas)

Demas era um judeu que se converteu ao cristianismo através da pregação de Paulo, e desde então andava com Paulo e o ajudava pregar o evangelho, tanto que Paulo até o agradeceu por isso. Demas era um homem bem de vida e ajudava Paulo financeiramente em suas viagens, tanto que Paulo o agradecia por isto. Demas era temente a Deus, mas ele era rico neste mundo, era uma espécie de uma pessoa que eu sempre falo hoje, enquanto as coisas na carne estão boas, Deus é maravilhoso, mas noto que Demas estava dividido entre a vida carnal que levava neste mundo e o evangelho de Cristo, ele ficou junto com Paulo por uns três anos.

Hoje, também, vários irmãos ficaram ao meu lado por vários anos, mas na verdade, nunca senti nenhum irmão pelo espírito, falam do espírito, são até eloquentes pelo espírito, mas eles não vivem a pessoa do espírito, mas a pessoa da carne, visam muito mais a aparência carnal do que o espírito de Deus, até Isaías disse que ele não tinha parecer e nem formosura. Mas vejo em nosso meio hoje que quem é mulher é mulher e quem é homem é homem, a mulher cuida da aparência feminina e o homem cuida da aparência masculina, tudo aparência mundana. É o tal da moda, calça rasgada, cabelinho cortado na régua e não tem nada do espírito de Deus, andam juntos, mas eu sei que a qualquer momento vão embora para nunca mais voltar, como foi o caso de vários irmãos, que depois de quase vinte anos disseram que não sentiam o espírito, não viam o espírito e que não andariam por uma coisa que não acreditavam.

Depois de três anos andando ao lado de Paulo, Demas também teve essa atitude, como quem diz: eu tenho condições carnais e estou perdendo a minha vida da carne pregando este evangelho de Cristo que não acredito nele, eu vou andar pelo que acredito. Hoje, esses irmãos estão lá molhando a bunda na praia, tendo sentimentos com várias mulheres; eu sou o cara, cabelinho cortado na moda, tatuagem, roupa rasgada, e estou livre do propósito de Deus, não tem honra, não tem moral e foi muito triste a palavra que Paulo usou para o final da carreira de Demas, dizendo: ele amou mais o presente século, ou seja, a vida deste mundo. Triste fim para uma consciência que diz ter chegado ao conhecimento do propósito de Deus, mas de que valeu, não acreditou no espírito de Deus e trocou a vida eterna por esta vida aqui do mundo. Neste caso, não tem absolutamente nada a fazer, pois foi uma escolha da própria consciência, e na lei diz: mesmo que a pessoa se arrependa amargamente, não haverá mais salvação para a sua alma.

Por O teu espírito diz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 3 =

Categorias

Postagens Rescentes